Eritema Nodoso

eritema nodoso

O eritema nodoso é uma paniculite septal sem vasculite caracterizada clinicamente pelo aparecimento de nódulos cutâneos inflamatórios e dolorosos que afetam predominantemente a face pré-tibial dos membros inferiores, embora possam aparecer em outros locais.
Os nódulos são eritematosos em estágios iniciais. Evoluem de maneira semelhante a um hematoma adquirindo diferentes tonalidades: avermelhado escuro, amarelado, esverdeado e azulado, à medida que evoluem até o seu desaparecimento que usualmente demora entre 1 a 6 semanas, podendo deixar uma discreta pigmentação residual, mas nunca ulceração ou atrofia. As lesões variam de 0,5 a 5 cm. São irregulares e variáveis em seu número.
Por se tratar de uma síndrome pluri-etiológica, pode ser acompanhada de febre baixa ou mesmo febre franca, edema nos membros inferiores, artralgias, etc. Pode estar relacionada a medicamentos, sarcoidose, infecções, alterações endócrinas e hormonais, doenças autoimunes, neoplasias ou causas idiopáticas. Embora o mecanismo íntimo de sua etiopatogenia seja desconhecido, um processo de base imunológica humoral e celular tem sido considerado.

Referências

  • AGUERO ORGAZ, D.; CUBERO SOBRADOS, M.C.; MARTIN GORDO, O.. Eritema nodoso, a propósito de un caso. Rev Pediatr Aten Primaria,  Madrid ,  v. 11, n. 43, p. 451-456,  sept.  2009