Erupção Polimorfa à Luz

erupçao polimorfa a luz

A Erupção Polimorfa a Luz (EPL) é uma erupção cutânea causada pela exposição ao sol em pessoas que desenvolveram sensibilidade à luz solar. É a fotodermatose mais comum, com prevalência acima de 20%, particularmente em mulheres jovens que vivem em climas temperados.
A EPL é caracterizada por lesões pruriginosas na pele, de morfologia variável, ocorrendo na primavera ou inicio do verão após a exposição à intensa luz solar. Em geral, são lesões autolimitadas que desaparecem, sem deixar cicatrizes, alguns dias após a não exposição adicional ao sol.
A erupção cutânea tipicamente aparece em áreas do corpo que tendem a ser cobertas durante o inverno, mas expostas no verão: a parte superior do tórax, a parte frontal do pescoço e os braços.
As características da erupção podem incluir: aglomerados densos de pequenas saliências e bolhas, manchas ásperas vermelhas e elevadas, comichão ou ardor.
Raramente as pessoas podem ter outros sinais ou sintomas, como febre, calafrios, dor de cabeça ou náusea. Estas condições podem ser o resultado de uma queimadura solar associada, em vez de uma erupção de luz polimorfa.

Referências

  • GRUBER-WACKERNAGEL, Alexandra; BYRNE, Scott N; WOLF, Peter. Polymorphous Light Eruption: Clinic Aspects and Pathogenesis. Dermatologic Clinics. Volume 32, Issue 3, July 2014, Pages 315-334.