Hanseníase tuberculóide

hanseniase tuberculoide

A hanseníase é doença infecciosa crônica causada pelo Mycobacterium leprae.

FORMAS CLÍNICAS: Hanseníase indeterminada, Hanseníase tuberculóide, Hanseníase virchowiana e Hanseníase dimorfa.

Na Hanseníase tuberculóide as lesões cutâneas são, com bordas pronunciadas, únicas ou em pequeno número, e assimetricamente distribuídas pelo tegumento. Apresenta-se, quando mácula, como lesão hipocrômica ou eritematosa, delimitada por micropápulas, e, quando placa, como lesão eritematosa ou acobreada, difusamente infiltrada, ou com tendência central ao aplanamento, e limites externos sempre nítidos e bem definidos. Tal crescimento centrífugo lento leva à atrofia no interior da lesão, que pode, ainda, assumir aspecto numular, com descamação das bordas.

Em geral, as lesões não ultrapassam 10 cm de diâmetro, e os danos em ramos neurais se acentuam rapidamente, resultando em alterações tanto sensitivas quanto autonômicas, que evoluem para hipoestesia e anestesia, em pele de superfície seca, hipoidrótica, com diminuição ou ausência de pêlos.

Referências

  • SOUZA, CS. Leprosy: clinical forms and differential diagnosis. Medicina, Ribeirão Preto, 30: 325-334, july/sept. 1997.
  • ARAUJO, Marcelo Grossi. Hanseníase no Brasil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop.,  Uberaba ,  v. 36, n. 3, p. 373-382,  June  2003 .
<< Retornar