Necrobiose Lipoídica

necrobiose lipídica

É uma doença crônica degenerativa do tecido conectivo dérmico, com lesões exclusivamente cutâneas, de morfologia característica, associada frequentemente ao Diabetes e possivelmente ocasionada por vasculite por imunocomplexos, resposta granulomatosa, espessamento das paredes dos vasos sanguíneos e deposição de gordura.

Manifestações clínicas clássicas incluem pápulas ou nódulos eritematosos bem demarcados, de crescimento lento e centrífugo, que se tornam placas, tendendo a confluir nas áreas pré-tibiais. Apresentam bordas discretamente elevadas e o centro deprimido e, às vezes, evoluem com atrofia, podendo-se perceber vários capilares formando telangectasias. A cor da lesão é quase sempre violácea, com discreta tendência ao amarelo na parte central. Pode ocorrer ulceração espontânea ou traumática, com cicatrização muito lenta. Algumas placas podem alcançar grandes dimensões e apresentar hipoidrose, hipoestesia ou anestesia, sendo então chamadas de granuloma disciforme de Miescher.

Referências: