Sarcoidose

sarcoidose

A sarcoidose cutânea é conhecida como uma grande simuladora de outras doenças, por conta do polimorfismo lesional, representando, assim, um importante desafio diagnóstico. Reconhece-se uma vasta gama de apresentações clínicas da sarcoidose cutânea: lesões inespecíficas, geralmente relacionadas com a fase aguda e de bom prognóstico, sobressaindo o eritema nodoso; e lesões específicas, observadas, mais frequentemente, na doença crônica e com pior evolução, manifestando-se como máculo-pápulas, nódulos, placas, cicatrizes infiltradas, lúpus pérnio, ulcerações, verrucosidades e eritrodermia.

Referências

  • Mantese SAO, Berbert ALCV, Cesário TS, Silva HB. Sarcoidose cutânea sobre cicatrizes – Relato de caso. An Bras Dermatol. 2010;85(6):903-5.
  • Daldon, Patrícia Érica Christofoletti, & Arruda, Lúcia Helena Fávaro. (2007). Granulomas não-infecciosos: sarcoidose. Anais Brasileiros de Dermatologia82(6), 559-571.