Síndrome Antifosfolípide

antifosfolipide

A síndrome antifosfolípide (SAF) é desordem sistêmica, auto-imune, caracterizada por trombose arterial e/ou venosa, morte fetal e abortos espontâneos recorrentes, e trombocitopenia, acompanhada de títulos elevados de anticorpos antifosfolípides (AAF): anticoagulante lúpico e/ou anticardiolipina. A síndrome antifosfolípide foi descrita originariamente em pacientes com lúpus eritematoso sistêmico, e nos últimos 20 anos tem sido descrito envolvimento de muitos órgãos. Manifestações cutâneas são freqüentes e em 41% dos pacientes podem representar a primeira manifestação da síndrome. O livedo reticular e as ulcerações cutâneas são as manifestações dermatológicas de maior prevalência.

Referências

  • Santamaria, Jesus Rodriguez, Badziak, Daniela, Barros, Michelle Ferreira de, Mandelli, Fernando Luiz, Cavalin, Leila Cristina, & Sato, Maurício Shigueru. (2005). Síndrome antifosfolípide. Anais Brasileiros de Dermatologia80(3), 225-239.