Tuberculose Miliaria

tuberculose miliaria

É uma forma rara e grave de tuberculose que se desenvolve em indivíduos com imunidade celular prejudicada e crianças. Os indivíduos estão sistemicamente comprometidos com febre, anorexia, astenia e perda de peso. Clinicamente, existe um amplo espectro de lesões cutâneas, como eritema. pápulas eritêmato-esbranquiçadas ou eritemato-purpúricas, nas quais aparecem pequenas vesículas, que formam área de umbilicação e crosta. Tendem a regredir em 1 a 4 semanas, deixando cicatrizes depressivas e hipocrômicas.

Como a tuberculose miliar aguda é geralmente encontrada em casos de imunossupressão grave, quase sempre o teste cutâneo tuberculínico é negativo, demonstrando anergia. Apesar de ser uma forma rara de tuberculose cutânea, o número de casos tem aumentado, principalmente devido à co-infecção com o HIV e contagem de CD4 abaixo de 100 células/uL.

Referências

  • Santos, Josemir Belo dos, Figueiredo, Ana Roberta, Ferraz, Cláudia Elise, Oliveira, Márcia Helena de, Silva, Perla Gomes da, & Medeiros, Vanessa Lucília Silveira de. (2014). Cutaneous tuberculosis: epidemiologic, etiopathogenic and clinical aspects – Part I. Anais Brasileiros de Dermatologia89(2), 219-228.
<< Retornar