Vasculopatia Livedoide

vasculopatia livedoide

A vasculopatia livedoide (VL) é uma doença cutânea recorrente crônica e dolorosa, caracterizada pela presença de lesões que se iniciam como máculas e/ou pápulas purpúricas, puntiformes ou lenticulares, nos membros inferiores (terço inferior das pernas e tornozelos), que, em seguida, geralmente, sofrem ulceração e, posteriormente, cicatrizam-se lentamente, ao longo de semanas ou meses, originam cicatrizes atróficas e nacaradas (atrofia branca), telangiectasias puntiformes, pigmentação acastanhada, acompanhadas de livedo racemoso. A doença, habitualmente, instala-se bilateralmente nas pernas, provoca, frequentemente, edema no terço inferior dos membros. Acomete especialmente a faixa entre os 15 e 50 anos (média de 32) e o sexo feminino (cerca de três mulheres para cada homem).

Histologicamente, apresenta-se com espessamento dos vasos da derme, oclusão de sua luz por trombos de fibrina, associados a um mínimo infiltrado inflamatório.

Referências

  • Criado, Paulo Ricardo, Rivitti, Evandro Ararigboia, Sotto, Mirian Nacagami, Valente, Neusa Yuriko Sakai, Aoki, Valeria, Carvalho, Jozelio Freire de, & Vasconcellos, Cidia. (2011). Livedoid vasculopathy: an intringuing cutaneous disease. Anais Brasileiros de Dermatologia86(5), 961-977.
  • COELHO JÚNIOR, Luilson Geraldo et al. Vasculopatia livedóide: a propósito de um caso clínico. Medicina (Ribeirao Preto. Online), Ribeirão Preto, v. 50, n. 3, p. 191-196, june 2017. ISSN 2176-7262.
  • Provenza, José Roberto, Pedri, Lucas Eduardo, & Provenza, Gabriel Mesquita. (2016). Livedoid vasculopathy. Revista Brasileira de Reumatologia56(6), 554-556.
<< Retornar