É o aumento da espessura da camada espinhosa da epiderme como resultado de um aumento do número (hiperplasia) de células espinhosas, aumento do tamanho (hipertrofia) dessas células ou aumento do número e tamanho delas. Ocorre em doenças como a psoríase, pitiríase rubra pilar, dermatite de contato alérgica crônica e na dermatite numular. Os mecanismos responsáveis pela acantose variam e incluem fenômenos tão diferentes quanto a proliferação marcadamente aumentada na geração de queratinócitos na psoríase e dos efeitos do esfregar vigoroso persistente da pele no líquen simples crônico.